All

Destaque A- A+

16/07/2020 Concluída ampliação da Subestação Londrina

Novos bancos de reatores de barra de 525 kV da Subestação Londrina foram entregues à operação. As atividades foram concluídas por equipes da CGT Eletrosul dos Departamentos de Operação, de Automação, Proteção e Telemática, de Manutenção e de Engenharia do Sistema, que liberaram os ativos para energização.

Novos bancos de reatores permitirão controle de tensão (Foto: Fernando Teodoro) 

Os serviços de campo relativos à construção e montagem das instalações no Paraná iniciaram em setembro de 2019 e mobilizaram cerca de 40 profissionais diretamente nas obras. O prazo limite de conclusão estipulado pela Aneel era 9 de julho, e o empreendimento trará Receita Anual Permitida adicional de cerca de R$ 7,5 milhões para a CGT Eletrosul (valor previsto na Resolução Aneel nº 7.268/2018), de acordo com o Departamento de energia do Sistema.

Empreendimento é importante para a Região Metropolitana (José Luiz Horner Silveira)

Os novos bancos de reatores têm a função de permitir o controle de tensão na unidade, evitando sobretensões quando a subestação operar em carga leve. Isso resultará em um fornecimento de energia elétrica de melhor qualidade para a Região Metropolitana de Londrina.


Assessoria de Imprensa | CGT Eletrosul

(48) 3231-7588 | imprensa@cgteletrosul.gov.br

voltar        topo da página

CGT Eletrosul
Rua Deputado Antônio Edu Vieira, 999 - Pantanal - Florianópolis - SC.
Telefone: (48) 3231-7000
  • Siga-nos pelo Facebook
  • Siga-nos pelo Twitter
  • Siga-nos pelo Youtube
  • Siga-nos pelo Instagram
  • Siga-nos pelo Youtube