Torres

Destaque A- A+

Queimada atinge Mato Grosso do Sul

Um incêndio de grandes proporções atingiu várias propriedades rurais, nas margens da rodovia BR-463, entre os municípios de Dourados e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul. Devido ao vento e ao clima seco, com umidade relativa do ar abaixo de 20%, o incêndio se alastrou em minutos e atingiu lavouras de cana e de milho.

O fogo começou em pastagens secas na beira da estrada, no dia 9 de agosto e o abastecimento de energia ficou comprometido na região. O vento forte e o calor intenso foram determinantes para que as chamas se espalhassem rapidamente e atingissem as LTs Dourados Santa Cruz – Dourados das Nações, Dourados Santa Cruz – Dourados Alvorada e Dourados Santa Cruz – São Fernando, todas de 138 kV e pertencentes à distribuidora local Energisa.

Em razão da queimada, houve aumento da condutividade do ar, provocando um curto-circuito na LT Anastácio – Dourados (230 kV), da Eletrosul. Apesar disso, não foi registrado corte de carga, pois há outras LTs conectadas à Subestação Dourados que atendem à demanda da região.

Devido ao vento e ao clima seco, incêndio se alastrou e atingiu lavouras da região (Foto: Sidney Lemos)

O prédio do Centro Regional de Manutenção e Apoio à Operação da Eletrosul, situado próximo à área do incêndio e à Subestação Dourados, passou por intervenções para evitar danos. Uma equipe composta por seis empregados se mobilizou para retirar os automóveis da garagem e resfriar a parede da sala onde são armazenados produtos inflamáveis. Equipes do 2º Grupamento de Bombeiros Militar, da Polícia Rodoviária Federal do Mato Grosso do Sul e do Centro Regional da Eletrosul atuaram em conjunto para combater o incêndio e orientar motoristas.

De acordo com o serviço de monitoramento do clima da Embrapa, a umidade relativa do ar em Dourados atingiu 20% às 15h do dia 9 de agosto, o que é considerado estado de alerta pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Já a temperatura chegou a 32ºC. Entre janeiro e julho, a região registrou 148 ocorrências de incêndios, cerca de 65% a mais que no mesmo período de 2018.

Campanha de Combate a Queimadas

Em julho, a Eletrosul iniciou sua campanha anual de prevenção às queimadas e, desde então, técnicos da empresa vêm distribuindo material educativo com informações aos moradores de áreas rurais. Uma das principais ações que afetam as estruturas e comprometem o abastecimento de energia elétrica é a prática de queimadas em áreas de cultivo a fim de preparar o solo para o plantio de outras culturas. Uma das recomendações é que os proprietários construam aceiros em volta do terreno para impedir que as chamas se espalhem, prevenindo danos às pessoas ou veículos que estejam transitando próximo ao local e às estruturas de transmissão de energia. Confira outras dicas de segurança acessando aqui a cartilha educativa produzida pela Eletrosul.


Assessoria de Imprensa | Eletrosul

(48) 3231-7588 | imprensa@eletrosul.gov.br

voltar        topo da página

Eletrosul Centrais Elétricas S.A.
Rua Deputado Antônio Edu Vieira, 999 - Pantanal - Florianópolis - SC.
Telefone: (48) 3231-7000
  • Siga-nos pelo Facebook
  • Siga-nos pelo Twitter
  • Siga-nos pelo Youtube