INSTITUCIONAL
Acesso à Informação
A Empresa
Mercado de atuação
Responsabilidade Social
Pesquisa e Desenvolvimento
Meio Ambiente
Sistema de Transmissão
Sistema de Geração
Demonstrações Financeiras Relatório de Administração
Processos de Contas Anuais
Participações Societárias
Gestão de Pessoas
         Plano de Saúde
Ouvidoria
Comitê de Gênero e Raça
Espaço Cultural
Relatório de Sustentabilidade Eletrosul
ELETROBRAS - Relatórios de Sustentabilidade
Premiações

 
Releases
Eletrosul volta à geração com Pequenas Centrais Hidrelétricas em SC
Data: 13/12/2005
Aneel autoriza exploração de quatro PCHs no estado. Hoje, dia 16, a empresa também participa do primeiro leilão de geração de energia desde que foi autorizada a voltar a gerar.

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a Eletrosul Centrais Elétricas S.A a implantar e explorar, como produtora independente de energia elétrica, quatro Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), todas em Santa Catarina.

 

Na prática, a autorização da Aneel representa o retorno da empresa à geração de energia, já que com a aprovação em 2004 do novo modelo energético do país, a empresa obteve a autorização para voltar a investir neste segmento – estava impedida de fazê-lo desde 1997, quando teve seu parque gerador privatizado. Desde que obteve a autorização, a Eletrosul já analisou mais de cinqüenta projetos com viabilidade para implantação.

 

Em julho deste ano, a Eletrosul publicou chamada pública a fim de participar de projetos de pequenas centrais hidrelétricas. Foram inscritos nove projetos, que juntos somavam cerca de 100MVA. Segundo o presidente da Eletrosul, Milton Mendes, esse é o primeiro passo para a retomada dos investimentos da Eletrosul em geração. “São empreendimentos que não produzem o impacto sócio-ambiental das grandes hidrelétricas e têm papel importante no crescimento do parque gerador brasileiro”, destaca.

 

Pela autorização concedida pela Aneel, a Eletrosul poderá explorar os seguintes projetos, que somados, representarão uma potência instalada de 53MW e que exigirão investimentos em torno de R$ 150 milhões já previstos no Plano Pluri Anual – PPA aprovado pelo Congresso. Os investimentos iniciam em 2006 e tem o prazo de dois anos para conclusão das obras. Durante a execução dos serviços devem ser gerados 1000 empregos diretos e cerca de 4000 indiretos, nas quatro pequenas centrais hidrelétricas, listadas abaixo:

 

- PCH João Borges, com 19 MW de potência instalada, rio Caveiras, nos Municípios de São José do Cerrito, Campo Belo do Sul e Lages, Estado de Santa Catarina;

- PCH Itararé, com 9 MW de potência instalada, rio Caveiras, nos Municípios de São José do Cerrito e Lages, Estado de Santa Catarina;

- PCH Pinheiro, com 10 MW de potência instalada, rio Caveiras, nos Municípios de São José do Cerrito e Lages, Estado de Santa Catarina; e

- PCH Barra do Rio Chapéu, com 15 MW de potência instalada, rio Braço do Norte, nos Municípios de Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima, Estado de Santa Catarina.

 

A Eletrosul também participa hoje (16) do leilão de energia nova realizado pela Aneel, no Rio de Janeiro.

Releases
16/12/2014Novo Atlas Eólico coordenado pela Eletrosul é lançado no Rio Grande do Sul
26/11/2014Prédios da Eletrosul serão os primeiros a receber o Selo Procel Edificações
18/11/2014Eletrosul arremata maior lote de transmissão em leilão da Aneel
03/11/2014Eletrosul abre inscrições para Programa Jovem Aprendiz
30/06/2014Maior usina solar da América Latina integrada a edifício é inaugurada pela Eletrosul

  Sala de imprensa