All

Notícias A- A+

05/08/2021 Lançado novo projeto de compostagem

Uma ação experimental voltada ao tratamento de resíduos orgânicos por meio de compostagem. Esse é o novo projeto da empresa, denominado Composta CGT Eletrosul – Energia que Transforma, promovido como piloto, inicialmente na Sede, em Florianópolis (SC). 

A iniciativa é coordenada pela Divisão de Gestão e Manutenção Predial, Segurança Patrimonial e de Bens Patrimoniais, com o apoio do Departamento de Gestão Ambiental e Fundiária e da assessoria técnica do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo (Cepagro). 

A proposta visa reduzir a destinação dos materiais orgânicos ao aterro sanitário, além de contribuir para o atingimento da meta de lixo zero até 2030 para a capital catarinense, atendendo aos objetivos de Desenvolvimento Sustentável, como, por exemplo, pela diminuição da emissão de gases de efeito estufa. Conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), o uso da compostagem para a reciclagem da fração orgânica, que corresponde a 50% do lixo doméstico no Brasil, é o método mais eficaz.

Atualmente, são gerados na Sede em média 75 kg por dia de resíduos orgânicos, somando mais de 1.600 kg ao mês. Com o projeto Composta CGT Eletrosul, o que antes era considerado lixo servirá de base para a produção de composto, destinado à adubação e fertilização dos jardins, entre outras aplicações. Júlio Maestri, engenheiro agrônomo, observa que o modelo de compostagem é híbrido, com o uso de um método validado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

O processo

A transformação dos materiais orgânicos ocorre em leiras a céu aberto (canteiros) e leiras fechadas (caixas plásticas). A montagem da compostagem é feita com terra preta, onde há a presença de fungos e bactérias benéficas que atuarão como decompositores, além dos resíduos orgânicos e folhas ou restos de grama secas. Esses três elementos ficarão dispostos em camadas intercaladas e são inodoros, devido ao método aplicado. 

Além de servir como piloto, para futura instalação nas demais áreas descentralizadas da empresa, o projeto também servirá de referência para atividades de educação ambiental com a comunidade do entorno, escolas e público interessado.

 

 CLIQUE AQUI E OUÇA O PODCAST CGT ELETROSUL, UM BATE-PAPO COM O ENGENHEIRO AGRÔNOMO JÚLIO MAESTRI.

 


Assessoria de Imprensa | CGT Eletrosul

(48) 3231-7588 | imprensa@cgteletrosul.gov.br

voltar        topo da página

CGT Eletrosul
Rua Deputado Antônio Edu Vieira, 999 - Pantanal - Florianópolis - SC.
Telefone: (48) 3231-7000
  • Siga-nos pelo Facebook
  • Siga-nos pelo Twitter
  • Siga-nos pelo Youtube
  • Siga-nos pelo Instagram
  • Siga-nos pelo Youtube